Sindesc RS participa de manifestação em defesa da previdência e contra retira de direitos dos aposentados

ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA PROCESSO SELETIVO NA FBT- FACULDADE BRASILEIRA DE TRIBUTAÇÃO
27 de junho de 2016
CONVENÇÃO COLETIVA 2016
7 de julho de 2016

Sindesc RS participa de manifestação em defesa da previdência e contra retira de direitos dos aposentados

Nesta quarta-feira (6/7), o Sindesc RS, a CTB-RS e a Fecosul, participaram do ato liderado pela Federação dos Trabalhadores Aposentados e Pensionistas do Estado do RS (Fetapergs), que reuniu mil aposentados vindos do interior do estado. A concentração começou por volta das 10h da manhã, no Largo Glênio Peres.

O presidente da CTB-RS, Guiomar Vidor, manifestou-se dizendo que “Os aposentados já deram uma importante contribuição para que o Brasil seja o país desenvolvido que é. Mas isto não é reconhecido pelos governantes. Precisamos fazer um grande debate com a sociedade, para que ela também reconheça o trabalho e a dedicação daqueles que trabalharam boa parte de suas vidas. Além disso, o governo interino quer retirar direitos de toda a classe trabalhadora. O Salário Mínimo já é miserável, em comparação com o que indica como sendo o justo pelo Dieese de R$ 3.500,00. Apesar disso, ainda querem desvincular o reajuste da aposentadoria do salário mínimo nacional. Para nós, trabalhadores na ativa, querem impor uma aposentadoria aos 70 anos. Em muitos estados brasileiros, a média de vida é 65 anos. Dessa forma, o trabalhador só vai ser aposentar depois de morrer. Vivemos para o trabalho ou trabalhamos para viver? Não podemos permitir essas mudanças. Os donos do capital querem tirar cada vez mais daqueles que produzem a riqueza do país. A CTB e Fecosul estão juntos com vocês nessa luta. Uma luta dos aposentados e dos trabalhadores na ativa e só essa unidade vai fazer com que nós tenhamos uma grande vitória”, finalizou o presidente da CTB-RS.

Após algumas falas, os manifestantes seguiram em caminhada pela avenida Borges de Medeiros até a agência da Previdência Social, na rua Jerônimo Coelho, onde o presidente da Fetapergs, José Pedro Kuhn, entregou o documento ao gerente regional do INSS, Elson Romeu Farias.

“Principal objetivo dessa manifestação é fazer com que a previdência volte ao Ministério da Previdência. É em defesa da previdência pública, igualitária e justa. Não queremos uma reforma com perdas e queremos respeito aos aposentados e trabalhadores em geral. Pensamos que já existe limite de idade, pra que estipular outro limite de idade? Não podemos permitir que os aposentados corram o risco de ganhar meio salário mínimo, isso é um absurdo. A previdência é um patrimônio dos trabalhadores, construída com a contribuição da classe trabalhadora, então, eles não podem botar a mão naquilo que é nosso”, afirmou Kuhn.

Ainda em tom de manifestação e desabafo, o grupo de aposentados desceu em direção à unidade do INSS, na Travessa Mário Cinco Paus, onde fez mais uma manifestação com carro de som. Momento que também contou com apoio de mais entidades como Sindiprev e Fetag, além de outras centrais sindicais que marcaram presença.

Com informações da assessoria da Fetapergs