Cesta básica em Porto Alegre com novo aumento

Cursos Sindesc
Cursos de setembro do Sindesc/RS estão com inscrições abertas
10 de setembro de 2021
Sindesc RS - Assembleia Geral
Sindesc RS realiza duas Assembleias Gerais no próximo sábado
30 de novembro de 2021

Cesta básica em Porto Alegre com novo aumento

Cesta básica em Porto Alegre

O custo médio da cesta básica de alimentos aumentou em 16 cidades e diminuiu em Recife (-0,85%), de acordo com a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, realizada mensalmente pelo DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) em 17 capitais. As maiores altas foram registradas em Vitória (6,00%), Florianópolis (5,71%), Rio de Janeiro (4,79%), Curitiba (4,75%) e Brasília (4,28%). 

A cesta mais cara foi a de Florianópolis (R$ 700,69), seguida pelas de São Paulo (R$ 693,79), Porto Alegre (R$ 691,08) e Rio de Janeiro (R$ 673,85). Entre as capitais do Norte e Nordeste, onde a composição da cesta tem algumas diferenças em relação às demais cidades, Aracaju (R$ 464,17), Recife (R$ 485,26) e Salvador (R$ 487,59) registraram os menores custos.

O salário mínimo regional do Rio Grande do Sul, que está congelado desde fevereiro de 2019, para acompanhar o mesmo reajuste do período teria de ter um reajuste de 53,59%, e as faixas dos pisos seriam as seguintes para outubro de 2021:

FAIXA VALOR ATUALREAJUSTE PELA CESTA BÁSICA
FAIXA 11.237,151893,33436
FAIXA 21.265,631943,886166
FAIXA 31294,341987,98197
FAIXA 41.345,462066,497381
FAIXA 51.567,812408,005633

Já o Piso da nossa categoria se acompanhasse a evolução da cesta básica em outubro deveria ser reajustado em 10,86%, passando para R$ 1.634,91.